Nascimento dos Dentes do Bebê: A partir de quando ocorre, como cuidar + Dicas para essa fase!

Sem dúvidas as crianças passam por diversos períodos que também são desafios para os pais. E isso é ainda mais latente durante o nascimento dos dentes do bebê, visto que, nessa etapa é comum que eles sofram com muitas dores e incômodos.

Contudo, como tudo na vida passa, essa fase também. E pode ser mais tranquila ao seguir algumas dicas simples, além de um pouco de paciência. Assim, se quer saber mais em como lidar com o nascimento dos dentes do bebê, continue lendo!

nascimento dos primeiros dentes do bebê

Nascimento dos dentes do bebê

O nascimento dos dentes dos bebês é um período considerado delicado tanto para os pais como para as crianças. Isso porque seu bebezinho que até então era calmo e só dormia, começa a ter dificuldades para pegar no sono, ficar irritado, com febre e tudo isso de uma hora para outra. O que pode gerar certa confusão e preocupação.

Mas, saiba que isso é comum entre a maioria dos bebês a partir dos 4 ou 5 meses, quando a gengiva já pode começar a coçar, indicando os primeiros sinais da dentição. Ao perceber isso entre outros sintomas, alguns cuidados já podem ser iniciados, a fim de garantir o desenvolvimento saudável dos dentes.

Com isso, para te ajudar, traremos uma lista com os principais sintomas, além de formas de amenizar e tratar os incômodos sofridos pelo bebê. Continue lendo e saiba mais!

9 Principais sintomas no nascimento dos dentes do bebê

Dentre os principais sintomas que indicam o nascimento dos dentes do bebê, os mais comuns são:

  • Inchaço e vermelhidão na gengiva;
  • Excesso de saliva e baba;
  • Choro excessivo sem aparente motivo;
  • Irritabilidade;
  • Erupção cutânea e vermelhidão próximo a boca, devido a saliva;
  • Necessidade de morder e levar tudo à boca;
  • Perda de apetite;
  • Febre baixa, entre os 38°C (acima disso, procure um médico); e
  • Dificuldade de dormir.

Diante disso, ao perceber esse sintomas em seu bebê, saiba que muito provavelmente os primeiros dentinhos já querem sair. Contudo, é importante saber que mesmo com os sinais, o surgimento dos dentes pode demorar um pouco.

O que também faz com que esses sintomas sejam frequentes e surjam de tempos em tempos, tornando o processo um pouco árduo e doloroso.

principais sintomas do nascimento dos dentes de leite

A partir de quando nascem os primeiros dentes do bebê

Geralmente, os primeiros dentes do bebê começam a surgir a partir dos 4 meses, porém em algumas crianças esse processo pode demorar um pouco mais, fazendo com que apareçam somente por volta do 1 ano de idade.

Igualmente, na maioria dos casos os primeiros dentinhos a nascer são os da frente e de baixo, o que também indica uma nova necessidade de rotina para os cuidados com a boca e dentição. Porém, caso seu bebê tenha mais de um ano e ainda não apresenta nenhum sinal dos dentes de leite, vale a recomendação de consultar um dentista para avaliar.

Mas, além disso, é importante também lembrar que mesmo antes dos dentes nascerem é muito válido e necessário manter alguns cuidados para a limpeza, mesmo da gengiva. Saiba mais!

Como cuidar dos primeiros dentes do bebê

Antes mesmo dos primeiros dentes de leite nascerem, pediatras e dentistas enfatizam a necessidade de limpeza e cuidado com as gengivas. Visto que ao estarem saudáveis, também ficarão mais preparadas para receber a dentição, evitando problemas e agravantes nos desconfortos.

Diante disso, é recomendável pelo menos duas vezes ao dia, fazer a limpeza na gengiva com uma gaze ou fralda úmida, a fim de remover as sujeiras da alimentação. Além disso, é preferível que essa limpeza seja feita pela manhã e antes de dormir, evitando que os alimentos permaneçam por longas horas na boca.

Depois que o primeiro dentinho surgir, os cuidados serão alterados, uma vez que a escovação já poderá ser feita, porém com muita cautela, não havendo a necessidade de pasta de dentes com flúor até meados dos 2 anos de idade.

bebê fazendo limpeza na gengiva

Como aliviar as dores e desconfortos causados pelo nascimento dos dentes

Conforme já dissemos anteriormente, infelizmente as dores e desconfortos que o bebê sofre com o nascimento dos dentinhos são comuns e passageiros. Porém, há algumas formas de aliviar esses sintomas, permitindo tanto à criança como aos pais, melhor qualidade de vida e bem-estar nessa delicada fase.

Diante disso, reunimos algumas dicas de como enfrentar esse momento, concedendo mais conforto e alívio. Confira!

5 Dicas para aliviar as dores do nascimento dos primeiros dentes do bebê

  • Ofereça palitinhos gelados de cenoura: Corte a cenoura em palitos de 1 cm de largura, coloque em uma vasilha e deixe na geladeira por no mínimo 2 horas. Quando o bebê apresentar coceira e irritação na gengiva ofereça, a fim de que ele morda provocando o alívio;
  • Faça picolés com leite materno: Nos períodos quentes e de calor, separe formas de picolé e coloque leite materno. Mas lembre-se que para isso é necessário boa higienização das mãos e utensílios, bem como, o uso de bombinhas para facilitar a retirada do leite;
  • Dê ao bebê mordedores e objetos gelados: O gelo é uma ótima forma de amenizar os incômodos, porém é necessário cautela para não expor o neném a friagem de maneira demasiada. Para isso, procure também por mordedores com capacidade de gelar, além de texturas que podem oferecer alívio e conforto nos momentos de coceira da gengiva;
  • No calor faça picolé de camomila: A camomila é uma planta conhecida por estimular a calma e conforto em situações de stress. Diante disso, alguns profissionais garantem que o contato do chá de camomila com áreas irritadas como as gengivas dos bebês pode diminuir a vermelhidão, inchaço e coceira. Assim, coloque o chá de camomila em formas de picolé pequenas e ofereça para o bebê em momentos de desconforto. Contudo, lembre-se de não adoçar!
  • Faça compressa com calêndula: A calêndula é uma flor conhecida por sua funções calmantes e anti-inflamatórias e por isso, também é uma ótima opção para alívio das irritações na gengiva. Assim, coloque 2 gramas de flor de calêndula em 150 ml de água fervente a fim de fazer uma infusão. Após 15 minutos, molhe uma gaze ou pano no chá e massageie a gengiva. Isso irá amenizar o desconforto, além de induzir o bebê ao sono.
primeiros dentes de leite

Shantala e Reflexologia são técnicas de massagem que auxiliam no alívio das dores

Além das dicas listadas anteriormente, muitos especialistas também indicam o uso da shantala, bem como, a reflexologia podal para aliviar as dores relacionadas aos dentes e também cólicas.

Ambas são massagens que visam relaxar e também ativar os pontos do corpo que proporcionam alívio de dores e calma. Resultando em uma sensação de bem-estar para o bebê e por muitas vezes, também melhorando a qualidade do sono.

Para fazer a shantala deite o bebê em um lugar seguro e confortável, e passe algum óleo para bebê ou óleo de coco que também possui propriedades nutritivas. A partir disso, faça movimentos leves e suaves de compressão e alongamento nas pernas, braços, barriga, mãos e pés. E com a palma das mãos também massageie a região do peito e costas do neném de maneira lenta e tranquila.

Veja uma demonstração no vídeo do canal M de Mulher:

Vídeo Youtube – Canal M de Mulher

Como já dito anteriormente, assim como a shantala, a reflexologia também pode estimular pontos nos pés que irão oferecer alívio nos dentes e gengiva, diminuindo a irritabilidade e desconfortos.

Assim, para fazer a técnica prossiga da seguinte maneira:

  1. Pressione levemente com o polegar de forma circular a parte de trás dos 4 dedinhos do pé, um a um, deslizando até à base do dedo;
  2. Depois, pressione com o polegar dobrado, desde a unha até à base do dedo, como se fosse uma minhoca deslizando. Repetindo de 2 a 3 vezes; e
  3. Por fim, novamente pressione suavemente a zona entre cada dedo do pé do bebê. Uma vez que isso irá ajudar a fortalecer o sistema imune e liberar toxinas ajudando a prevenir as febres e possíveis infecções.
reflexologia podal em bebês

Fique calma, pois tudo passa!

Ao implementar essas técnicas em conjunto com as outras dicas também mencionadas de prevenção e alívio, muito provavelmente seu bebê irá sofrer menos com os desconfortos relacionados aos dentes e gengiva.

Contudo, é importante lembrar que esses períodos são normais durante o desenvolvimento infantil e podem variar em cada criança. Assim, evite comparações e caso não perceba melhora nos sintomas, principalmente as relacionadas à febre, procure um médico para avaliar a situação.

E saiba também que essa mudança no cotidiano também traz transformações positivas, permitindo novas rotinas de introdução alimentar, apresentação de alimentos, entre outros fatores que irão contribuir para o desenvolvimento saudável do seu bebê.

Então, fique tranquila, pois essa fase da dentição passa e logo, todo esse desconforto nem será mais lembrado.

bebê dentinhos

Gostou das nossas informações e dicas de como agir durante o nascimento dos primeiros dentes do bebê? Deixe seu comentário!

Lara Janaína Theodoro, mãe da Sara e fã de assuntos relacionados a moda, beleza, maternidade, entre outros sobre o universo feminino. Desde 2018 atua como redatora, trazendo sempre para seus artigos um pouco da sua vivência e experiência como mãe e mulher.

Deixe um comentário