Andador para Bebê é Recomendado? Saiba Tudo Sobre o Uso Desse Acessório Polêmico!

O uso do andador para bebê é controverso e gera diversas dúvidas, mas será que é recomendado?

Se você também tem essa dúvida, esse post é para você, afinal é comum as mamães e papais não terem certeza sobre a sua utilização, devido a tantas informações distorcidas que podem aparecer.

E assim, para te ajudar, traremos um conteúdo relevante, com todos os benefícios e malefícios que esse utensílio pode oferecer.

Gostou e quer saber mais? Então continue lendo esse post e saiba se o andador para bebê é recomendado e muito mais. Confira!

andador para bebê é recomendado

Andador para Bebê é Recomendado?

Saber se o andador para bebê é recomendado é uma dúvida que assola a maioria dos pais, pois para o dia a dia dos adultos o andador pode contribuir muito, uma vez que nesse momento em que o bebê está interagindo com o acessório é possível realizar outras tarefas e responsabilidades cotidianas.

O andador também pode ser bem visto, pois evita que o bebê fique muito tempo no colo ou sentado, em uma só posição, enquanto ainda não engatinha ou ensaia os primeiros passos.

Com isso, ele torna-se muito funcional para os pais, mas será que ele também é tão benéfico para as crianças? E é exatamente isso que vamos te responder!

Para a maioria dos médicos pediatras e ortopedistas, o andador tradicional no modelo que a criança é encaixada com as perninhas e que sustenta o quadril não é recomendado!

Isso porque, quando o equipamento sustenta a criança na posição de pé, ela pode demorar um pouco mais para fazer a própria sustentação, uma vez que esse incentivo foi quebrado pelo uso do andador.

E segundo opiniões de especialistas, ele também pode retardar o desenvolvimento motor, evitando que o bebê crie conexões de aprendizagem quando em contato com o chão e também, ao começar querer agir de forma independente.

E além disso, para muitos o andador é visto como perigoso, uma vez que possibilita quedas e acidentes em escadas e desníveis, com isso, reflita e evite o uso do andador tradicional.

Porém, atualmente no mercado existe outro tipo de andador, o de empurrar que é indicado para crianças maiores e que pode auxiliar muito no desenvolvimento e primeiros passos, com mais segurança e funcionalidade.

Continue lendo e saiba mais!

bebê subindo no andador

Diferentes Tipos de Andador para Bebê

Como mencionado anteriormente, no mercado atual é possível encontrar dois diferentes tipos de andadores, sendo um o tradicional quando as perninhas do bebê são encaixadas na parte central do utensílio, permitindo que a criança fique de pé.

E o outro modelo é o andador de empurrar, o mais famoso e usado atualmente, pois ao contrário do citado anteriormente, ele auxilia e estimula o desenvolvimento, pois ajuda na locomoção sem afetar a capacidade motora e de interação.

Conheça um pouco mais sobre cada um!

Andador Tradicional

O andador tradicional é caracterizado por possuir quatro barras para apoio nas laterais e um suporte central que serve para o encaixe das perninhas da criança.

Ele possui rodinhas e pode ou não ter apoio para os pés, dependendo da marca e estilo escolhido.

Os apoios laterais, geralmente acompanham brinquedos interativos que tem o objetivo de chamar a atenção da criança e possibilitam o uso como um centro de atividades, porém, como já dito anteriormente, não é o modelo de andador mais recomendável.

Esse tipo de andador, além de atrapalhar no desenvolvimento do caminhar e segurança na locomoção, também pode ser um risco ao ser usado em locais com escadas e desníveis.

Isso porque durante o uso, a criança não tem noção ou capacidade de visão para identificar essas áreas de queda e assim, aumenta o risco de acidentes em muitos casos graves, assim, tenha muito cuidado.

E além disso, o andador tradicional também pode interferir no nível de segurança e autoconfiança da própria criança, gerando dificuldade ao querer tirar ou evitar o uso do utensílio conforme o crescimento.

Isso porque o bebê poderá sentir-se desconfortável com a falta de apoio, o que também atrasa o desenvolvimento e demais aprendizados.

Assim, evite o uso do andador tradicional e dê preferência a outras ferramentas de interação e aprendizagem.

andador para bebê tradicional

Andador de Empurrar

Já o andador de empurrar pode ser uma boa alternativa e mais viável para os pais que desejam esse tipo de acessório para auxiliar no andar.

Porém, diferente do modelo anterior, esse só pode ser usado quando a criança já consegue ficar de pé sozinha.

Isso porque ele não possui nenhum tipo de sustentação, a não ser o apoio para as mãos que auxilia no equilíbrio e desenvolvimento de ritmo ao andar.

Eles são práticos de usar e conta com suportes na parte frontal permitindo que o bebê segure facilmente, o que também é ideal para a fase em que a criança só consegue dar os primeiros passos com o auxílio e apoios.

Também acompanha brinquedos interativos na maioria das marcas e contam com rodinhas, facilitando o movimento de empurrar para a locomoção.

Contudo, assim como no modelo de andador tradicional, é necessário tomar cuidado com o uso em locais que tenha escadas ou desníveis, uma vez que nessa idade, a criança não possui boa percepção em relação a altura. Assim, atenção!

Mas forma isso, esse modelo é um dos mais indicados para quem realmente busca essa ferramenta de auxílio para o caminhar, equilíbrio e desenvolvimento.

leão fisher price

Qual Idade o Bebê pode Usar o Andador

O uso do andador geralmente é indicado para crianças a partir dos 8 meses de idade, porém essa indicação é válida somente para os modelos tradicionais, que não são tão bem recomendados pelos especialistas.

Os andadores de empurrar são indicados para bebês a partir dos 9 meses, porém o uso passa a ser frequente com pelo menos 11 ou 12 meses, período esse em que algumas crianças já conseguem ficar de pé com apoio.

Essa faixa etária pode alterar conforme o desenvolvimento individual de cada um, porém se seu filho ou filha já está demonstrando interesse em ficar de pé e dar os primeiros passinhos, essa pode ser uma boa hora para adquirir o andador.

Porém, tenha cuidado com a escolha para realmente comprar aquele que irá oferecer benefícios e evite os modelos que podem gerar problemas posteriores.

menino andando

Como Escolher o Andador para Bebê Ideal?

Agora, que você já leu um monte de informações se o uso do andador é recomendado ou não, já é possível saber a sua decisão final sobre o produto.

E se optou pelo uso, vamos dar algumas dicas de como escolher o ideal e características à serem analisadas, assegurando uma utilização segura e com funcionalidade para você e seu bebê. Confira!

Identifique Travas e Dispositivos de Segurança

Os andadores, mesmo os modelos de empurrar possuem rodinhas que facilitam a condução para os primeiros passinhos, contudo, para que tenha funcionalidade com segurança também no momento das brincadeiras, recomenda-se procurar por modelos com travas.

As travas, geralmente ficam nas rodas posteriores e quando acionadas, evitam que o utensílio se mova, o que é ideal para alguns momentos de interação da criança com os brinquedos e acessórios do próprio andador ou ambiente externo.

E, além das travas outro ponto que garante mais segurança e estabilidade são as texturas das rodinhas que podem contribuir para melhor a aderência e controle na velocidade, evitando acidentes.

Assim, ao escolher o andador ideal para seu filho ou filha, tenha atenção com as rodinhas.

Caso identifique desenhos e ranhuras na horizontal, saiba que é um modelo confiável que garante boa durabilidade durante a utilização e menos possibilidade de alta velocidade e derrapagens, o que também pode ser muito comum nos modelos de andadores tradicionais.

E para deixar a utilização mais segura e confortável, também dê atenção a barra de apoio do andador e se ela é fixa.

Isso porque há alguns andadores que contém a barra de apoio móvel ou removível, o que pode dificultar a utilização e equilíbrio quando não está encaixada corretamente.

Dessa forma, ao escolher o melhor andador para bebê, também verifique a existência da barra fixa e confortável para que o bebê segure durante a condução.

Ao atentar-se a esses detalhes, será mais fácil fazer uma escolha adequada e com benefícios para toda a família.

andador para bebê colorido

Brinquedos e Sons Estimulam o Uso do Andador

E outro ponto de garante melhor utilização e aceitação por parte das crianças são os brinquedos que acompanham a maioria dos modelos de andadores para bebê.

Isso porque, grande parte dos andadores incluindo os de empurrar, contam com atividades que auxiliam o desenvolvimento motor através de cores, sons, luzes e texturas que instigam a curiosidade da criança.

Com isso, ao procurar pelo melhor modelo de andador também dê atenção a essas funções adicionais, como os brinquedos e atividades.

E esses adereços, além de conquistar a criança são perfeitos para quem busca um investimento com utilização duradoura, pois mesmo depois de aprender a andar, o bebê pode continuar utilizando o utensílio para outras atividades, assim dê atenção aos brinquedos e possibilidades de atividades.

Contudo, para não ter gastos altos com as funções extras, também lembre-se de analisar a forma de funcionamento, conhecendo se será necessário o uso de pilhas ou baterias.

E esse é um ponto importante a se refletir, porque por vezes compramos brinquedos e utensílios para os nenéns com a intenção de usar por tempo prolongado, mas nem sempre é possível, devido a grande quantidade de pilhas e baterias necessárias, inviabilizando o uso.

Dito isso, para melhor interação e aceitação do bebê, escolha andadores com brinquedos, sons e luzes, mas não deixe de atentar-se ao consumo e necessidade de reposição das fontes de energia.

andador carrinho para empurrar

Qual Andador para Bebê é Mais Recomendado?

E agora, que você já leu sobre qual andador para bebê é recomendado e dicas para escolher o melhor, traremos qual em nossa sugestão o modelo mais indicado.

E em nossa opinião, na hora de escolher andadores para bebê, sempre busque os modelos de empurrar.

Eles são mais seguros e práticos de usar, uma vez que não necessita de ajuda de outra pessoa ou um adulto para a acomodação, permitindo mais possibilidades de interação, escolha e aprendizagem para os bebês.

Também são estáveis e contribuem diretamente para o equilíbrio e mobilidade nos primeiros passinhos, deixando a criança segura e confortável para a utilização.

Mas, lembre-se que os andadores para bebê de empurrar são recomendados somente para crianças que já conseguem se equilibrar sozinhas.

Caso seu neném ainda seja pequeno, abaixo dos 9 meses e ainda não consiga equilibrar-se, procure por outras alternativas de brinquedos, como por exemplo, mesa com centro de atividades e adie o uso do andador para quando já estiver com mais equilíbrio.

Ao seguir essas recomendações, a sua escolha e uso será ideal, com garantia de inúmeros benefícios à todos.

mãe e bebê

Gostou das nossas dicas e informações sobre qual andador para bebê é recomendado? Então comente e deixe a sua sugestão!

Deixe um comentário