Desodorante Infantil: Quando Usar e Como Escolher o Ideal

Preocupada com os cuidados de higiene do seu filho pequeno? Então você não pode perder as nossas informações sobre o uso do desodorante infantil.

Afinal, esses item que parece primordial pode não ser tão indicado para crianças, uma vez que em algumas situações há a possibilidade de causar reações alérgicas, entre outros desconfortos na pele.

Contudo, pode ser utilizado e é indicado partir de fases ou idades específicas, auxiliando no combate ao mau cheio causado pelo suor.

Quer saber mais sobre o assunto? Então continue lendo e saiba tudo sobre o uso do desodorante infantil. Veja!

crianças brincando

Desodorante Infantil

Algumas crianças podem demorar um pouco para começar a apresentar mau cheiro em algumas parte do corpo, contudo conforme o crescimento e mudanças hormonais, esse efeito é normal, mas requer atenção e cuidado para não deixá-la desconfortável.

E além das questões hormonais, essa situação também pode ser causada por alimentos e microrganismos que reproduzem-se na pele e quando em contato com o suor provocam o mau odor.

E com isso, muitos pais acabam por buscar opções de desodorante infantis, contudo eles não são indicados para todas as idades e mesmo na faixa etária recomendada, deve ser usado com algumas advertências.

Assim, antes de comprar conheça algumas informações importantes para a escolha adequada, além de dicas para evitar a transpiração com forte odor. Confira!

desodorante infantil menina

Desodorante Infantil: Pode Usar?

O mau cheiro provocado pelo suor pode ser muito desconfortável, principalmente para as crianças que estão da fase de fazer amizades e socializar-se.

E quando isso acontece é importante que os pais tenham atenção para agir de maneira e no momento adequado, evitando constrangimentos e maiores dificuldades para a solução do problema.

E com isso, grande parte das pessoas recorre parte para a busca de desodorantes infantis, mas será que o uso é recomendado?

E a resposta é sim, ele pode ser usado desde que não contenha álcool e de preferência sem perfume, uma vez que pode provocar o efeito inverso ao esperado. E também há uma ressalva importante, que a ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária, recomenda o uso em crianças a partir dos 12 anos e alguns médicos pediatras a partir dos 8 anos de idade, conforme a necessidade.

Com isso, caso seu filho ou filha seja muito pequeno e está passando por essa situação, antes de iniciar com o desodorante, faça tentativas com as dicas que daremos mais adiante e caso não tenha solução, procure um médico para uma melhor orientação.

E não utilize desodorantes com indicação de adultos em criança, uma vez que sua formulação é diferenciada e por vezes mais forte, o que pode causar irritações e problemas na pele.

menina brincando

Desodorante Infantil Faz Mal à Saúde?

Como já mencionado anteriormente, o uso de desodorantes sem álcool não fazem mal à saúde, desde que a criança tenha ao menos 8 anos de idade.

Mas, caso precise muito do uso antes dessa faixa etária, sempre procure por aqueles que tenham indicação infantil reduzindo riscos de alergias, entre outros problemas que podem surgir caso a formulação não seja adequada.

E para reduzir os riscos, como também já mencionado não use desodorantes de adultos ou que tenham perfume muito forte, mesmo que seja agradável à criança.

Isso porque, a pele da axila é muito sensível, ainda mais em relação às crianças que podem não adaptar-se a esses tipos de substâncias, deixando a área vermelha, machucada e até levemente queimada.

Assim, tenha atenção para escolher o desodorante infantil mais adequado. E agora daremos algumas dicas de como optar pelo ideal. Veja!

axilas

Como Escolher as Melhores Opções?

Escolher o desodorante infantil adequado é fundamental para que o problema do mau odor seja solucionado sem danificar a pele ou provocar outras complicações.

E para te ajudar com isso, traremos algumas dicas de características a serem procuradas, promovendo um uso com benefícios à todos. Confira!

Roll on, Spray ou Pomada

Dentre a opções de desodorante roll on, spray aerosol e pomada, é sempre recomendado evitar o spray e preferir o roll on ou pomada.

Isso porque, o spray aerosol tem o jato muito forte e gelado, o que pode incomodar e até machucar a axila da criança que não tem costume para o uso.

E além disso, para o uso correto do desodorante spray é necessário a aplicação com determinada distância, permitindo que o jato alcance todas as áreas debaixo do braço e também evitando irritações causadas pela pressão existente na embalagem do produto.

Assim, evite o spray aerosol e dê preferência para outro modelos de desodorante infantil.

A pomadas, apesar de possuírem simples utilização, podem causar sujeira e desconforto quando a criança já quer usar o produto sozinha, com isso se esse é o caso do seu filho ou filha, evite o uso das pomadas e priorize os do tipo roll on.

O roll on é mais simples de ser usado e facilita o controle de quantidade de aplicação, o que facilita que a criança já use o produto sem supervisão e também possui área delimitada para segurar, auxiliando o uso e dando mais autonomia e liberdade nessa fase.

Porém, após o uso do desodorante roll on é importante os pais orientarem que é necessário aguardar alguns segundos até o produto secar na pele, garantindo melhor absorção e até prevenindo as indesejadas manchas na roupa.

Dito isso, ao escolher os melhores desodorantes infantis, opte por aqueles em formato roll on.

rollon

Atenção com Fragrâncias

Durante a escolha do melhor desodorante infantil, também evite as fragrâncias fortes e adocicadas, uma vez que esse aroma misturado ao suor pode causar o efeito inverso, prejudicando os cuidados para eliminação do mau cheiro.

Dessa forma, durante a escolha, como já mencionado, priorize os desodorantes sem perfume e se possível, sem álcool.

como escolher o melhor desodorante infantil

Antitranspirante ou Desodorante

Apesar de parecerem similares, o desodorante e antitranspirantes são diferentes em suas funções e formulações.

Os desodorantes agem principalmente na cobertura do odor, disfarçando o mau cheiro, não evitando a produção do suor ou proliferação de bactérias.

Já os antitranspirantes conseguem agir na prevenção do mal cheiro, diminuindo os micro-organismos e até a quantidade de transpiração do local.

Porém, para crianças abaixo de 12 anos os antitranspirantes não são recomendados pela ANVISA, o que pode gerar preocupação e poucas possibilidades de produtos aos pais.

Contudo, além dos desodorantes há outros métodos e produtos que podem amenizar esse mau cheiro.

Quer saber quais são eles? Então continue lendo e conheça mais no próximo tópico!

desodorante roll on ou spray

Como prevenir o mau cheiro das axilas das crianças

E caso não queira usar o desodorante infantil, há algumas opções que podem evitar e diminuir o odor de maneira eficaz e sem muitos gastos.

Em alguns desses métodos, os resultados não serão percebidos imediatamente, porém, após algumas semanas com os cuidados constantes, já será possível perceber melhoras significativas que irão contribuir para a criança e toda a família que evitará essa situação em todos os seus membros.

É tudo muito simples, basta iniciar uma rotina e logo essas práticas não irão interferir nos seus afazeres, além de ajudar a criança a elimina esse problema.

Assim, confira nossas dicas!

  • Evite usar roupas que já foram usadas sem lavar e que também estejam com algum resquício de suor, principalmente no verão e temperaturas quentes;
  • Sempre dê preferência para tecidos leves e naturais, como algodão, evitando poliéster, entre outros que não transpiram adequadamente e acumulam o suor mais facilmente (cuidado com as camisas de time de futebol, uma vez que concentram o cheiro e não respiram adequadamente);
  • Use sabonete antibactericida, pelo menos duas vezes por semana durante o banho, o que pode ajudar a eliminar e equilibrar a produção das bactérias que causam o mau cheiro nas axilas;
  • Após o banho, tenha atenção para que a criança seque bem as axilas e demais dobras do corpo, como pescoço e virilha, onde a sujeira e bactéria podem ficar acumuladas, também resultando em mau cheiro;
  • Ao lavar as roupas, evite misturar as roupas infantis com a dos adultos, uma vez que as bactérias podem passar entre as peças, contaminando e provocando o mau cheiro;
  • Para lavar as camisetas e blusas da criança, esfregue na região das axilas com vinagre branco de álcool e deixe de molho por pelo menos 1 hora, isso contribuirá na ação de matar as bactéria impregnadas na roupa;
  • Caso queira utilizar produtos mais naturais, há duas opções viáveis, uma delas é o óleo de coco que tem poder bactericida, evitando a proliferação dos micro-organismos e também, ajudando na hidratação e cuidados com o local;
  • E outra opção também é o leite de magnésia, que assim, como o óleo de coco possui ação fungicida e bactericida, evitando a proliferação dos micro-organismos que resultam em mau cheiro. Assim, aplique uma quantidade pequena na axila com o auxílio de um algodão duas vezes ao dia. Isso diminuirá o cheiro e desconfortos;
  • E caso o mal cheiro esteja associado a transpiração excessiva uma outra dica é aplicar um pouco de amido de milho ou maisena, uma vez que esse ingrediente ajuda a absorver o suor, contudo, deve ser usado com moderação e sempre com atenção para não provocar desconfortos ao longo das horas;
  • E se mesmo depois de todos esses cuidados, o mau cheiro continuar é recomendado procurar um médico dermatologista que tratará de forma mais eficaz e até se necessário com produtos mais específicos para encontrar a solução.

Ao seguir essas dicas, com certeza seu filho ou filha apresentará melhoras no odor das axilas, promovendo mais bem-estar e alegria à sua vida.

qual o melhor desodorante infantil

Gostou das nossas dicas para uso e escolha do desodorante infantil? Deixe sua opinião!

Deixe um comentário