5 Semanas de Gravidez

Quando se completam 5 semanas de gravidez muito provavelmente você já descobriu que está grávida e várias dúvidas se instalam: o que fazer? O que não fazer? Quando devo ir ao médico? Quais são os sintomas mais comuns?

Responder essas questões é de extrema importância para garantir que ocorra tudo bem com a sua gestação. Para isso, reunimos, nesse post, diversas dicas e informações que te ajudarão bastante a entender as 5 semanas de gravidez. Quer saber mais sobre o assunto? Confira a seguir.

Sintomas com 5 semanas de gravidez

Nas primeiras semanas de gestação você deve ter sentido algum sintoma que passou batido, mas, durante a 5ª semana, os sintomas começam a ficar cada vez mais frequentes e intensos. Confira quais são os sintomas mais comuns dessa etapa da gravidez:

Aumento considerável das mamas

Nas primeiras semanas de gestação as mamães podem notar um incômodo grande nas mamas causado pelos hormônios e a boa notícia é que, com 5 semanas de gravidez o peso e a dor tendem a passar. Entretanto, as mamas já estarão muito maiores do que o normal e você precisará de sutiãs maiores e mais confortáveis. Dica: existem peças íntimas específicas para grávidas, vale a pena dar uma olhadinha!

Alteração no olfato

O olfato das grávidas com 5 semanas de gravidez tendem a ficar cada vez mais apurados, fazendo com que todo cheiro fique mais acentuado e aparente, inclusive causando aversão a certos odores. Essa é inclusive uma das causas dos enjoos, mais um sintoma que aparece nessa lista.

Enjoos frequentes

Os famosos enjoos da gravidez começam a aparecer durante a 5ª semana de gestação e podem ser notados principalmente pela manhã. Mas ó, atenção: é essencial que você continue se alimentando normalmente, mesmo com o incômodo. Afinal, o seu bebê precisa receber os nutrientes adequados durante o período de desenvolvimento e se você não se alimentar de maneira adequada ele poderá ser prejudicado.

Dores nas costas

À medida que os dias passam, seu corpo fica ainda mais propenso a receber mais peso e com isso as dores nas costas ficam ainda mais intensas. O ideal para aliviar esse sintoma é tentar fazer repouso sempre que possível.

Abdômen inchado, gases e prisão de ventre

Durante as 5 semanas de gravidez também é muito comum que você note algumas alterações gastrointestinais. Entre elas estão o inchaço abdominal, a grande presença dos gases e a prisão de ventre. Tente aliviá-los através de uma alimentação e hidratação corretas.

Presença de fluido amniótico na calcinha

O fluido amniótico é o líquido que protege o feto dentro do caso amniótico e ele possui uma função importantíssima durante toda a gestação. Embora muitas pessoas acreditem que a excreção dele pela vagina só acontece durante o trabalho de parto, é totalmente possível que haja vazamento do fluido com 5 semanas de gravidez sem que isso prejudique a sua gravidez.

Como anda o desenvolvimento do seu bebê na 5ª semana de gestação?

Com 5 semanas de gravidez o seu bebê já possui um coraçãozinho que bate em ritmo acelerado e irregular, o seu sistema nervoso está em desenvolvimento para que em breve possa começar a circulação sanguínea e seu comprimento é, em média, de 1.5 a 3.0 mm.

Quanto às possibilidades de malformações fetais, é bom que você fique em alerta! As maiores incidências disso acontecer são entre a 5ª e a 10ª semana de gestação e com isso é fortemente indicado que você se exponha às substâncias que podem contribuir para isso, como: tóxicos, drogas e outros.

Com 5 semanas de gravidez já é possível fazer ultrassom?

ultrassom com 5 semanas de gestação
Descubra se é possível fazer ultrassom com 5 semanas de gravidez.

A partir do momento que você descobre a sua gravidez, já é essencial que você encontre um médico obstetra de confiança que possa te acompanhar durante toda a sua gestação. Nas primeiras consultas ele vai avaliar a sua condição de saúde, te passar as recomendações iniciais e é claro: examinar o seu bebê.

Quanto ao ultrassom, já é possível realizá-lo sim! Inclusive muitos médicos já gostam de fazer desde a primeira consulta para um acompanhamento completo da gestante e do feto. Porém, é comum que ele ainda possa ser observado através das imagens devido ao fato de ser muito pequenininho. Então não se assuste: isso é comum de acontecer e não indica nenhum problema na sua gravidez.

Com 5 semanas de gestação o teste pode dar negativo?

Bom, possível sempre é, uma vez que todo teste, seja ele de sangue ou de farmácia, pode apresentar falhas independente do tempo de gravidez. Mas isso é bem incomum de acontecer com 5 semanas de gestação, tendo em vista que a gravidez já está avançada e os hormônios beta-hCG já conseguem ser detectados com facilidade em qualquer um dos dois métodos de testagem.

De toda forma, caso você realize o primeiro teste com resultado negativo e continue desconfiada da gravidez, a nossa indicação é que você aguarde uns dias para repeti-lo e que durante esse tempo siga algumas recomendações básicas para evitar qualquer dano ao seu bebê.

O que fazer e o que não fazer durante a 5ª semana de gravidez

Com o passar dos dias os cuidados e restrições vão ficando cada vez maiores. Durante a 5ª semana de gestação é extremamente importante que você se alimente adequadamente, mesmo que com os enjoos, para não atrapalhar no desenvolvimento saudável do seu bebê. Outra dica do que fazer é incluir algumas atividades leves para manter a calma e evitar crises de ansiedade (que, por sua vez, são bem comuns nesse período).

Quanto ao que não deve ser feito, o principal é evitar a exposição às substâncias que podem causar malformação ao feto e a ingestão de bebidas e alimentos que também influenciam no seu perfeito desenvolvimento.

Enfim, lembre-se que essas são apenas sugestões e para que você saiba o que realmente é ou não indicado no seu caso específico você deve consultar o seu médico de confiança.

Alimentos para evitar durante a gestação

alimentos para evitar durante a gravidez
Ter uma boa alimentação é essencial para garantir sua saúde e a do seu bebê. Confira quais são os alimentos que você deve evitar.

Acabamos de te falar que uma boa alimentação é essencial para garantir o bom desenvolvimento do seu bebê e que a ingestão de bebidas e alimentos proibidos podem acabar prejudicando este processo, certo?

Pois bem, e para te ajudar a entender ainda mais a respeito disso, criamos uma lista dos alimentos que devem ser evitados durante a gravidez. Confira abaixo:

  • Bebidas alcóolicas: o álcool, quando ingerido pelas gestantes, acabam se acumulando no organismo do feto. O mesmo ainda não possui capacidade de eliminar essa substância do corpo e as consequências podem ser graves, como: parto prematuro, malformações cardíacas e crescimento tardio.
  • Peixes crus e carnes mal passadas: os peixes crus muito presentes na culinária japonesa e as carnes mal passadas podem conter a bactéria Listeria capazes de causar aborto e parto prematuro.
  • Ovos crus: os ovos crus podem conter a bactéria Salmonella que, quando consumidas, podem provocar sintomas como: diarreias graves, vômitos, febre e, em casos mais graves, até mesmo morte. Portanto, para que as grávidas não coloquem em risco a sua vida e a vida do seu bebê é essencial que evite alimentos que leve ovo cru em sua receita (maionese caseira e molho Caesar são exemplos disso).
  • Leite não pasteurizado: os leites não pasteurizados, como os que vêm direto das fazendas ou dos sítios, podem estar contaminados com bactérias causadoras de desconfortos abdominais, infecções intestinais, diarreia e mal-estar e também devem ser evitados pelas gestantes.
  • Queijos pastosos e não pasteurizados: os queijos pastosos como gorgonzola, brie, camembert e outros podem conter muita água e podem estar contaminados com bactérias Listeria, o suficiente para causar dores de cabeça, tremores, convulsões e meningite ou até mesmo afetar o sistema nervoso do bebê. Portanto, se você está grávida, fique longe desses alimentos.
  • Frutas e legumes mal higienizados: as frutas e legumes mal higienizados podem ocasionar a contaminação da doença toxoplasmose, causadora de aborto, parto prematuro, malformação e até morte do bebê. Portanto, sempre que for consumir uma fruta ou legume, lembre-se de higienizá-los muito bem e dê preferência para refeições feitas em casa.
  • Atum enlatado: alguns peixes como atum, cavala, peixe-espada, cação e garoupa possuem níveis elevados de mercúrio, metal altamente prejudicial para o sistema nervoso do feto. Portanto, evite o seu consumo durante a gravidez.
  • Café: existem estudos que comprovam que o excesso de cafeína pode causar abortos e, por isso, o indicado é que a gestante consuma no máximo 300mg de cafeína diária, ou seja, aproximadamente 2 xícaras de café.
  • Alimentos com cafeína: assim como o café, os alimentos que contenham a substância cafeína também precisam ser evitadas. São eles: refrigerantes tipo cola, chá verde, chá preto e chá mate.
  • Adoçantes: os adoçantes artificiais a base de ciclamato e aspartame devem ser evitados pelas gestantes. Por outro lado, os adoçantes naturais a base de sucralose ou estévia são seguros e não apresentam risco ao bebê.

Esperamos que você tenha conseguido compreender quais são os principais sintomas e acontecimentos durante a 5ª semana de gestação. Caso tenha ficado com alguma dúvida referente a este assunto, não deixe de comentar aqui para que possamos esclarecê-la.

E se você quiser ficar por dentro das outras semanas da gravidez, basta ficar de olho em nosso blog. Nos próximos dias divulgaremos todos os detalhes para te auxiliar a respeito de todo o período gestacional.

Te esperamos por aqui! Até breve.

Deixe um comentário