39 Semanas de Gravidez

Com 39 semanas de gravidez a mamãe está na reta final da gestação e o bebê pode vir a qualquer momento. É importante ressaltar que, mesmo que a gestante esteja sentindo cólicas, barriga dura e todos os outros sintomas das contrações, ainda é possível optar pela cesárea, caso este seja o seu desejo. Para isso, converse com seu médico e verifique qual a data mais indicada.

No caso das contrações, elas costumam aparecer de maneira ritmadas e regulares, por isso é bom anotar os horários que elas aparecem e a sua frequência. Você entrará no trabalho de parto ativo quando as contrações atingirem a marca de aparição de 10 em 10 minutos ou com intervalo menor do que esse.

Lembre-se que embora o bebê já esteja completamente desenvolvido e pronto para nascer, ele ainda pode ficar na barriga da gestante até as 42 semanas gestacionais e não há nada de errado nisso. Entretanto, a maioria dos obstetras preferem induzir o parto através da oxitocina intravenosa com 41 semanas.

Se quiser ficar por dentro de todos os sintomas e acontecimentos das 39 semanas de gravidez, é só continuar a leitura desse post. Vem com a gente! 😊

Sintomas com 39 semanas de gravidez

A sua gestação está chegando ao fim, mas alguns sintomas ainda permanecem. Tendo em vista que alguns deles podem se tratar do trabalho de parto, é importante ficar atenta aos sinais que seu corpo te dá para avisar ao seu médico sobre a possibilidade da chegada do bebê.

Confira os principais sintomas das 39 semanas de gravidez:

Inchaço

A gestante pode se sentir inchada durante as 39 semanas gestacionais e para evitar este desconforto é ideal que a mamãe mantenha a hidratação em dia, faça descansos adequados e busque seguir as recomendações passadas pelo seu médico obstetra.

Cansaço

O cansaço é mais um sintoma frequente durante as 39 semanas gestacionais. A recomendação é que a mamãe durma ao máximo durante os próximos dias para conseguir descansar e recarregar as suas energias, afinal, com a chegada do bebê ela precisará estar bem disposta para os cuidados com o recém-nascido.

Barriga alta

Algumas gestantes podem apresentar barriga alta nas 39 semanas e isso é completamente normal, já que há situações em que o bebê só encaixa na pélvis durante o trabalho de parto. Para evitar que isso a incomode, use roupas e lingeries confortáveis e preferencialmente específicas para gestantes.

Corrimento vaginal

O tampão mucoso possui um aspecto gelatinoso e transparente que começa a ser expelido através da vagina no final da gestação. Com isso, é comum que as gestantes com 39 semanas de gravidez o percebam como um corrimento vaginal, podendo ou não ser acompanhado de sangue.

Contrações

As contrações tendem a ficar mais intensas durante as 39 semanas de gravidez e como foi dito anteriormente, o indicado é que a gestante comece a perceber a anotar os horários das suas aparições. Dentre os sintomas mais comuns das contrações podemos citar: cólicas fortes no baixo do ventre, pontadas nas costas, barrigas duras e ocorrências ritmadas.

Dores nas costas

dor nas costas gravidez
Um dos sintomas das 39 semanas de gravidez é a dor nas costas.

As dores nas costas podem permanecer durante este período gestacional e o motivo disso é o peso que a barriga faz, sobrecarregando as costas. Para evitá-las e amenizá-las, tente descansar o máximo possível ao longo do dia, faça exercícios de alongamento (sempre com a autorização do seu médico) e priorize uma noite de sono regular diariamente.

Micção frequente

Este é mais um sintoma que irá permanecer até o nascimento do bebê devido à pressão que o útero faz sobre a bexiga, diminuindo o seu reservatório. Nessa etapa gestacional você já deve ter se acostumado e criado uma rotina de idas ao banheiro que não lhe incomode, e lembre-se: assim que o seu filho(a) nascer, isso passará e a tendência é que a sua frequência volte a ser o que era antes.

Alterações na gestante com 39 semanas de gravidez

Se tratando das alterações na gestante durante este período gestacional, observa-se que não há grandes mudanças físicas em comparações às semanas anteriores. O que mais irá chamar atenção é a ansiedade e incertezas que ainda são enormes.

Mas podemos dizer que você deve aguentar filme e que logo, logo tudo será recompensado. Foque em descansar e aguardar o momento da chegada do bebê, que temos certeza que será mágico.

Se porventura você estiver com medo em relação à anestesia e ao parto, fique tranquila! Temos certeza que você estará bem assistida e que tudo ocorrerá da melhor maneira possível.

Além do mais, na grande maioria dos casos a anestesia não dói mais do que uma injeção normal e costuma ser muito mais simples do você imaginava. Não crie expectativas e medos, isso só aumenta a sua ansiedade, ok?

Desenvolvimento do feto com 39 semanas de gravidez

Com 39 semanas de gestação o feto já possui desenvolvimento completo e está apenas aguardando o momento certo para seu nascimento.

amamentação 39 semanas gravidez
Durante as 39 semanas de gravidez, o bebê está desenvolvendo o seu sistema imune que precisará ser reposto através da amamentação.

Porém, há ainda alguns acontecimentos que ocorrem durante este período gestacional, veja quais são:

  • O sistema imune do bebê pode se fortalecer pelos próximos dias uma vez que alguns anticorpos da mãe serão passados para ele através da placenta protegendo-o de doenças e infecções nos primeiros meses de sua vida;
  • Essa imunidade deverá ser completada através da amamentação. Caso a mesma não seja viável, a mamãe precisará conversar com o médico obstetra para avaliar qual é a melhor opção de leite para oferecer a ele;
  • Ainda que ainda possa perceber a presença de vérnix, o bebê está mais gordinho, com uma camada de gordura saudável e com uma pele macia;
  • As unhas dos pés já chegaram até a ponta dos dedos e, em relação ao cabelo, isso poderá variar de bebê para bebê: enquanto alguns nascem com bastante cabelo, alguns podem ter pouco cabelo e outros podem nascer até mesmo carecas.

Qual é o tamanho do feto com 39 semanas de gravidez?

Durante as 39 semanas gestacionais o feto possui aproximadamente 50 centímetros, tamanho equivalente a uma melancia pequena, e o seu peso estimado é de 3,3 quilos.

Diarreia no final da gestação: devo me preocupar?

Muitas das vezes quando as mulheres estão aguardando o rompimento da bolsa, este sendo o momento mais aguardado no fim da gravidez, as mulheres acabam se deparando com um quadro de diarreia. Ao mesmo tempo que gera frustração, gera também preocupação. Afinal… Será que é normal ter diarreia ao final da gravidez?

A resposta para essa pergunta é SIM! Além de normal, é, em alguns casos, esperado. A diarreia no final da gravidez acontece como sinalização do corpo que o intestino precisa esvaziar para que o útero passa contrair de maneira adequada.

Veja quais são outros sinais que sinalizam a proximidade da chegada do bebê:

  • Dor lombar;
  • Diarreia e dor de barriga;
  • Contrações;
  • Pressão na pelve;
  • Notar que a barriga está baixa;
  • Sensação de disposição e pico de energia;
  • Rompimento da bolsa.

Então se porventura você tiver casos de diarreia acompanhados ou não de outros sintomas descritos acima, fique em alerta: este é um sinal que de a chegada do seu bebê está próxima.

No mais, não deixe de contatar ao seu médico e avisar sobre o aparecimento da diarreia já que o risco de desidratação é grande e isso poderia complicar o seu quadro. Outros cuidados que você pode tomar para conter a diarreia são: evitar leites e derivados, manter uma alimentação leve e hidratar-se corretamente (beba no mínimo 2 litros de água por dia).

O que fazer para entrar em trabalho de parto?

O trabalho de parto acontece de forma natural entre a 37ª e 40ª semana gestacional e é importante que a gestante tente se manter tranquila e no aguardo do tempo correto do bebê. No entanto, há alguns métodos que auxiliam o corpo e aceleram este processo, fazendo com que ele aconteça mais rápido e que seja menos dolorido. Confira a seguir:

  • Caminhada: as caminhadas com passos acelerados preferencialmente 1 hora pela manhã e 1 hora pela tarde podem acelerar o trabalho de parto pois fazem com que o bebê desça cada vez mais em relação à pélvis e a pressão dele sob o útero faz com que a produção de ocitocina aumente, sendo esta a responsável pelas contrações uterinas;
  • Relações sexuais: manter relações sexuais durante a gravidez também é eficaz e irá contribuir para acelerar o trabalho de parto, já que poderá induzir a produção de ocitocina, estimular o útero e ainda amolecer o colo uterino. Mas atenção: esse método não é recomendado após o rompimento da bolsa, afinal, você estaria colocando o bebê em risco de contaminação;
  • Acupuntura: a acupuntura é mais um método utilizado e aconselhado. Entretanto, lembre-se que para a prática segura você precisa buscar um acupunturista especializado em gestantes e ter a liberação do seu médico obstetra;
  • Alimentos estimulantes: os chás de folhas de framboesa é um método muito utilizado e recomendado por muitas doulas. Eles fazem com que seu útero seja fortalecido e que o trabalho de parto ocorra de maneira mais rápida e menos dolorosa.

Bom, esperamos que você tenha conseguido compreender quais são os principais sintomas e acontecimentos com 39 semanas de gravidez. Caso tenha ficado com alguma dúvida referente a este assunto, basta comentar aqui no post que nós te esclarecemos.

Ah, e não se esqueça que nessa reta final da gestação é muito importante ter paciência e saber controlar a ansiedade. Para isso, continue tomando os cuidados necessários para uma gravidez tranquila e siga todas as orientações passadas pelo seu médico obstetra, ok?

Nos próximos dias divulgaremos o post referente a 40ª semana gestacional com os últimos acontecimentos durante a gravidez. Então continue acompanhando o nosso blog e saiba tudo sobre gestação e maternidade. Até a próxima!

Maria Luísa, publicitária formada em 2016 com ênfase em planejamento e redação. Durante minha carreira como redatora, já escrevi sobre diversos assuntos, porém os que mais me identifico são os voltados para o público feminino, em especial sobre maternidade e beleza. Em meu tempo vago, me tornei mãe de pet, amante da moda, esporte e arte. Essa sou eu! Prazer, Malu! (:

Deixe um comentário