38 Semanas de Gravidez

Durante as 38 semanas de gravidez é comum que a barriga da gestante fique dura e que haja cólicas intensas. Esses sintomas são sinais das contrações que por sua vez podem ainda ser contrações de treinamento como nas semanas anteriores ou já serem as contrações do parto. A diferença entre elas é a frequência que elas aparecem e a sua intensidade, converse com seu médico obstetra para saber como diferenciá-las.

Nesse período gestacional, o bebê poderá nascer a qualquer momento. Mas se ele ainda não nasceu, é uma boa oportunidade de aproveitar para descansar, tendo em vista que após o parto você precisará ter muita energia para cuidar do recém-nascido.

Se você quiser saber quais são os principais sintomas e acontecimentos com 38 semanas gestacionais, basta continuar a leitura desse post.

Sintomas com 38 semanas de gravidez

Vai chegando ao fim da gravidez e a tendência é que os sintomas gestacionais diminuam. Entretanto, como foi dito anteriormente, ainda é comum que a mamãe sinta alguns incômodos principalmente se forem relacionados com as contrações.

Veja abaixo os principais sintomas das 38 semanas gestacionais:

Cansaço

Durante este período a gestante pode apresentar cansaço acumulado de todas as emanas que ela passou tantos desconfortos gestacionais. O ideal é que ela use dos próximos dias para descansar o máximo que conseguir para garantir que ela esteja com muita energia após a chegada do bebê.

Faça descansos ao longo do dia, deite-se preferencialmente com as pernas elevadas, priorize uma noite de sono constante e regular… Enfim, crie o hábito de descansar e se possível conte com o auxílio dos familiares durante as tarefas diárias para que não seja necessário realizar grandes esforços.

Inchaço nas pernas

Nas 38 semanas de gestação você pode sentir inchaço nas pernas e isso é completamente normal devido ao peso que a barriga faz, refletindo nas suas pernas. Os descansos ao longo do dia com as pernas elevadas farão com que os incômodos não sejam tão intensos, assim como o uso de roupas e sapatos confortáveis. Portanto, sempre que possível faça-os.

Dores nas costas

Assim como o inchaço, as dores nas costas também são justificadas devido ao peso da barriga que com 38 semanas de gravidez já é bastante significativo. Para evitá-las e amenizá-las, você pode fazer alongamentos diariamente (converse com o médico para que ele te passe as orientações a respeito).

Aumento de peso

Ainda que o tamanho da barriga nas 38 semanas de gravidez já seja bastante significativo, você ainda pode notar o aumento de peso nesse período. Para que não seja exagerado e que fique dentro das referências esperadas, o ideal é que você tenha uma alimentação balanceada e saudável, somente assim você terá um controle do seu ganho de peso e ainda garantirá a sua saúde a do seu bebê.

Cólica forte

A aparição da cólica forte pode vir com maior frequência a partir das 38 semanas de gravidez e isso é resultado das contrações. Para determinar se elas são de treinamento ou as contrações normais, é ideal que você repare sua frequência e se elas estão se tornando cada vez mais próxima uma das outras.

Quando as contrações acontecem num certo padrão de tempo, a cada 30 ou 40 minutos, e é de intensidade moderada a intensa, o recomendado é que você entre em contato com a maternidade ou diretamente com seu obstetra. Afinal, este é um grande indício de que o bebê está prestes a nascer.

Entretanto, se a mulher ainda não sentiu nenhuma contração (ou somente as contrações de treinamento), não há ainda o que preocupar. Afinal, o bebê poderá esperar até a 40ª semana para o seu nascimento sem problema algum.

Micção frequente

E mais uma vez este sintoma poderá permanecer e o resultado disso é a pressão que o útero faz sobe a bexiga. Para que não seja tão incomodo, crie um hábito de ir ao banheiro periodicamente e evite a ingestão de líquidos em grandes quantidades momentos antes de se deitar.

Alterações na gestante com 38 semanas de gravidez

A maior mudança em relação ao corpo da gestante está relacionada ao seu peso e a aparência da sua barriga, uma vez que ela poderá notar um aumento do seu peso durante as 38 semanas e ainda sentir que sua barriga ficará mais dura (sendo este um dos primeiros sinais das contrações).

Para que ela se sinta mais confortável, o ideal é que ela vista roupas confortáveis (preferencialmente aquelas específicas para gestantes) e que faça repousos ao longo do dia, evitando grandes esforços.

alterações na gestante com 38 semanas
Observe as alterações e sintomas das 38 semanas gestacionais e avise seu médico em caso de qualquer aparição anormal ou preocupante.

Além disso, é importante que a mamãe comece a reparar todas as alterações que ocorram no seu corpo pelos próximos dias para que, assim que notar alguma mudança ou sintoma, ela possa contatar o seu médico para averiguar se porventura ela não está tendo contrações e o seu bebê não está prestes a nascer.

Desenvolvimento do feto com 38 semanas de gravidez

O desenvolvimento do feto nas 38 semanas de gestação já está completo. Portanto, se ele ainda não nasceu neste período, é provável que ele só irá engordar daqui em diante.

Veja alguns acontecimentos do feto com 38 semanas de gravidez:

  • Embora ele possua ainda possua um vérnix gorduroso e branco envolta de todo o seu corpo, a sua aparência já é de um recém-nascido;
  • O bebê possui pouco espaço para se movimentar dentro do útero devido ao fato de ele ter crescido. Ainda assim a mamãe deve notar as mexidas do bebê ao longo do dia ao menos 10 vezes. Caso isso não aconteça é importante que o médico seja comunicado.

Qual é o tamanho do feto com 38 semanas de gravidez?

O tamanho estimado de um bebê nas 38 semanas de gravidez é de 49,8 centímetros, sendo comparado ao tamanho de uma jaca, e o seu peso médio é de 3 quilos.

Sintomas do parto: como saber se está chegando a hora

Durante toda a gestação é comum que a mamãe fique com diversas dúvidas a respeito de como será o momento do nascimento do seu bebê, o que sentirá e como ela terá certeza que os sintomas do parto estão se aproximando. O fato é que o nosso organismo vai se preparando para isso durante a gestação, mais precisamente no terceiro trimestre.

quais são os sintomas do parto
Veja quais são os sintomas da gestante quando o parto está prestes a acontecer.

Separamos alguns sintomas que te indicam que o parto está se aproximando para que você possa ficar atenta aos sinais do seu corpo para avisar à emergência assim que sentir a aparição de qualquer um deles. Veja quais são:

  • Tampão mucoso: o tampão mucoso possui um aspecto gelatinoso e de cor transparente que começa a sair do corpo quando a mulher está prestes a iniciar o trabalho de parto. Sua função na gravidez é impedir a entrada de bactérias e qualquer outra substância até a bolsa de água que faz a proteção do feto, por isso quando o tampão começa a ser expelido é um dos sintomas mais evidentes e é essencial que a mamãe fique em alerta já que o trabalho de parto ativo poderá começar a qualquer momento. Mas atenção: ainda que este seja um sintoma muito evidente que demonstra que o parto está prestes acontecer, é importante manter a calma e não desesperar pois ele pode começar a acontecer muitos dias antes do dia do parto mesmo, sendo necessário acompanhar os outros indícios do corpo;
  • Contrações: a contração é o sinal mais claro do parto e os seus principais sintomas são: cólicas fortes no baixo do ventre, pontadas nas costas, barriga dura e ocorrências ritmadas. Quando elas acontecem em pequenos intervalos de tempo, é sinal de que você já está em trabalho de parto ativo e o ideal é que o seu médico seja comunicado;
  • Bebê mexendo menos: já falamos anteriormente que durante o final da gestação o bebê passará a mexer menos. Porém, quando está próximo ao trabalho de parto as mexidas ficarão ainda mais raras, embora não se saiba exatamente o motivo disso. Portanto, se você notar que seu bebê está mais quietinho, não deixe de avisar o seu médico e de reparar a presença de outros sintomas juntos a este;
  • Rompimento da bolsa: talvez esse seja o sintoma mais aguardado de todas as gestantes: é o momento que avisa que chegou a hora e que o bebê está prestes a nascer. Mas o fato é que ele não acontece todas as vezes. O rompimento ocorre quando a membrana que envolve o bebê se rompe e acaba vazando pela vagina todo o líquido amniótico que se encontrava dentro da bolsa e, quando isso acontece, a maternidade deve ser procurada o mais breve possível para que o parto possa acontecer em segurança.

E aí, conseguiu compreender quais são os principais sintomas e acontecimentos das 38 semanas de gravidez? Esperamos que sim! Caso você tenha ficado com alguma dúvida referente a este assunto, não deixe de comentar aqui que nós te esclarecemos.

Ah, e não se esqueça que todo conteúdo descrito aqui é com caráter informativo que não dispensa o acompanhamento médico, ok? Recomendamos que você faça o pré-natal rigorosamente para garantir que sua saúde e a do seu bebê não serão prejudicadas.

No mais, te aguardamos por aqui em nossos próximos posts para mais informações a respeito das semanas 39 e 40. Até a próxima!

Maria Luísa, publicitária formada em 2016 com ênfase em planejamento e redação. Durante minha carreira como redatora, já escrevi sobre diversos assuntos, porém os que mais me identifico são os voltados para o público feminino, em especial sobre maternidade e beleza. Em meu tempo vago, me tornei mãe de pet, amante da moda, esporte e arte. Essa sou eu! Prazer, Malu! (:

Deixe um comentário