31 Semanas de Gravidez

Com 31 semanas de gravidez a gestante já começa a contagem regressiva para o nascimento do bebê e com isso a ansiedade vai ficando cada vez maior.  Se tratando do desenvolvimento da gravidez, pode-se notar que o espaço dentro do útero já é bem pequeno, fazendo com que o bebê tenha menos espaço para se movimentar, ficando a maior parte do tempo com o queixo próximo ao peito, braços cruzados e joelhos dobrados.

No entanto, ainda que com pouco espaço, a mamãe ainda consegue perceber os movimentos do bebê ao menos 10 vezes ao longo do dia e ele também já está bem esperto: durante esse período gestacional ele já consegue perceber os estímulos externos e inclusive já reage a eles. Por exemplo: o bebê já sabe quando a mãe está conversando, se exercitando, cantando ou ouvindo uma música alta e é exatamente nesses momentos que o bebê fica mais agitado.

Quer ficar por dentro dos outros sintomas e acontecimentos das 31 semanas de gravidez? Basta continuar a leitura desse post! 😉

Sintomas com 31 semanas de gravidez

As 31 semanas de gravidez marcam o final do 7º mês gestacional e com isso os sintomas finais começam a ficar ainda mais intensos. Portanto, é normal que a mamãe fique indisposta e precise descansar mais para que os incômodos não sejam muito grandes.

sintomas com 31 semanas de gravidez
Descubra quais são os sintomas mais comuns com 31 semanas de gravidez.

Veja abaixo quais são os principais sintomas das 31 semanas de gestação:

Alteração e sensibilidade nas mamas

Nesse período gestacional é muito comum que as mamas da gestante fiquem maiores, mais sensíveis e com as auréolas escurecidas. Em alguns casos, poderá ser notado também o aparecimento de alguns caroços pela mama que, em sua grande maioria dos casos, não são preocupantes e trata-se apenas da produção de leite.  

Para que esse sintoma não seja tão incômodo, o recomendado é que a mulher opte pelo uso de sutiãs e roupas confortáveis durante o final da gravidez e no período de amamentação. Se você ainda não comprou nada nas lojas específicas para gestante, temos certeza que essa seja uma excelente opção.

Surgimento da linha nigra

A linha nigra refere-se a uma linha escura que pode aparecer na barriga de algumas gestantes e não oferece nenhum risco à saúde. Portanto, se você notou o surgimento de uma linha escura próxima ao umbigo, este é o resultado da linha nigra. Mas fique tranquila: da mesma forma que ela aparece repentinamente, ela também irá sumir dentro de poucos meses após o parto.

Dificuldade para respirar

Nessa etapa da gestação o seu bebê já está bem grande e, com isso, o útero começa a fazer uma pressão bem grande sobre o diafragma, dificultado a respiração e gerando cansaço. Outro motivo que certamente contribui para o cansaço é que a gestante está com dificuldade para descansar e dormir e, para que isso não atrapalhe seus afazeres diários, é essencial que a mamãe crie um hábito de descanso e faça pequenas pausas durante o dia.

Insônia

Como foi dito anteriormente, a mamãe nas 31 semanas de gravidez pode apresentar dificuldade para dormir e até mesmo insônia e a razão disso é a falta de posição confortável para repousar e a ansiedade que vem tomando conta nos últimos dias. O ideal é que ela encontre uma forma que lhe dê conforto e segurança para se deitar e que tome chás calmantes à noite para garantir uma noite tranquila e sossegada.

Dores nas costas

A barriga vem crescendo mais a cada dia e junto com ela as dores e incômodos nas costas crescem também. Para evitar que o incômodo seja muito grande, é ideal que você faça alongamentos e mantenha o seu descanso e sono em dia.

Se porventura as dores estiverem impossibilitando as suas atividades, converse com seu médico para que ele possa avaliar o tratamento mais eficaz para o seu caso.

Micção frequente

E mais uma vez esse sintoma está presente na nossa lista! E o motivo disso? A pressão que o útero segue fazendo sobre a bexiga, que acaba diminuindo o seu reservatório e aumentando a vontade de fazer xixi em um pequeno intervalo de tempo. Para evitar que o incômodo seja grande, adote algumas medidas diariamente, como: evite frequentar lugares que não te dão acesso fácil ao banheiro, não segure urina, não tome muito líquido momentos antes de se deitar e crie o hábito de ir ao banheiro periodicamente.

Alterações na gestante com 31 semanas de gravidez

As principais alterações na mulher estão associadas à maior sensibilidade nas mamas e ao surgimento da linha nigra na região abdominal. Mas fique tranquila: ainda que essas alterações podem causar certo estranhamento no início, ambas não apresentam risco algum à saúde e tendem a desaparecer logo após o nascimento do bebê.

Além disso, a mamãe pode estar bem ansiosa nesse período e isso pode estar tanto associado aos hormônios que são produzidos em excesso durante a gravidez ou também pelo fato de a gravidez estar chegando ao fim. Seja qual for a razão, o indicado é que a gestante tente distrair fazendo atividades que gosta e tomando chás calmantes (sempre com o aval do médico obstetra de confiança).

Se o sintoma de ansiedade ou variação de humor repentino for demasiado, não deixe de comentar com seu médico durante as consultas de pré-natal para que ele possa avaliar o seu caso, ok? Afinal das contas, as gestantes que apresentam casos de variação de humor durante o terceiro trimestre da gestação têm maior chance de desenvolver a depressão pós-parto e é essencial que o tratamento inicie nos primeiros sintomas que aparecerem.

Desenvolvimento do feto com 31 semanas de gravidez

O fator mais marcante das 31 semanas de gravidez é o desenvolvimento avançado dos pulmões do feto. Agora eles já conseguem produzir surfactante, uma espécie de lubrificante que impede que as paredes dos alvéolos se colem, contribuindo para a respiração.

Além disso, acontece também nessa etapa gestacional:

  • As camadas de gordura subcutânea ficam mais espessas e os vasos sanguíneos não são tão mais evidentes;
  • A pele já não é mais tão avermelhada como nas semanas passadas;
  • O seu rosto fica mais arredondado e com a pele mais lisa, bem semelhante ao de um recém-nascido;
  • Nessa etapa o bebê passa a bocejar várias vezes ao longo do dia, podendo ser facilmente reparado em uma ultrassonografia morfológica.

Qual é o tamanho do feto com 31 semanas de gravidez?

Na 31ª semana gestacional o bebê mede aproximadamente 41,1 cm, o que equivale ao tamanho de um alface, e o seu peso estimado é de 1,502 quilos.

Saiba o que fazer durante as 31 semanas de gravidez

Sua gravidez já está quase chegando ao fim, mas muito se engana se você acha que os cuidados já acabaram. Muito pelo contrário, nessa etapa gestacional é imprescindível que os seus cuidados sejam redobrados para garantir que tanto você, quanto o seu bebê tenham muita saúde.

benefícios dos chás calmantes na gravidez
Os chás calmantes durante as 31 semanas de gravidez podem contribuir bastante para as crises de ansiedade e insônia.

Pensando nisso, separamos uma lista com alguns cuidados que você deve ter durante a 31ª semana de gestação. Veja quais são:

  • Cuide da sua alimentação: a incidência de pré-eclâmpsia tem subido bastante nos últimos tempos em resposta a má-alimentação das gestantes. Por isso, não descuide de uma boa alimentação, sem exceder no sal ou nas comidas congeladas e fast-foods. De preferência conte com o auxílio de um nutricionista para te indicar o plano alimentar mais indicado para você;
  • Tome chás calmantes: como dissemos anteriormente, nessa etapa da gravidez é muito comum que as mamães apresentem insônia ou ansiedade e uma excelente forma de combates esses sintomas é tomando chás calmantes à noite. Mas atenção: antes de ingerir qualquer chá consulte o seu médico para averiguar se é seguro para você e para seu bebê, ok?
  • Tome sucos de arando ou mirtilos: a infecção urinária é bem comum durante a gestação e para evitá-la de maneira natural e saudável você pode incluir na sua dieta sucos de arando ou mirtilos. Mas é claro: assim como os chás, avise para seu médico para que ele possa te dizer se no seu caso é permitido ou não o consumo dessas propriedades;
  • Consuma alimentos ricos em magnésio: as câimbras também podem aparecer e os alimentos ricos em magnésio como: banana, morango, arroz integral, ovos, espinafre e vagem são excelentes aliados para evitá-las. Além disso, a dieta rica em magnésio poderá contribuir também para o desenvolvimento correto dos ossos e articulações do seu bebê;
  • Faça pequenos descansos ao longo do dia: os descansos ao longo do dia irão aliviar alguns dos incômodos comuns do final da gravidez, como: dores nas costas e cansaço. Por isso, programe-se para fazer pequenas pausas e se possível tenha uma boa noite de sono regular diariamente;
  • Encontre uma boa posição para dormir: por falar em sono regular, um dos fatores que prejudicam (e muito) a sua noite de sono é a dificuldade de encontrar a melhor posição para dormir. E vamos te dizer que deitar-se de lado e com um travesseiro entre as pernas é uma das maneiras mais confortáveis e seguras para você e para o seu bebê;
  • Experimente dormir de sutiã: outro fator que provavelmente vai te incomodar de agora em diante é o peso e/ou sensibilidade das suas mamas. Para amenizá-lo você pode experimentar dormir de sutiã, desde que sejam confortáveis e de preferência sem bojo;
  • Massageie diariamente a região do períneo: esse hábito diário pode contribuir bastante para hidratar e tornar os tecidos mais maleáveis, contribuindo diretamente para o parto normal. Por isso, utilize o óleo de amêndoa doce e se programe para isso;
  • Não falte às consultas do pré-natal: as consultas do pré-natal são muito importantes na reta final da gestação para garantir que está tudo certo com seu bebê e que o parto não irá acontecer antes da hora. Por isso não falte às consultas e aproveite esse momento para esclarecer todas as suas dúvidas referente à gravidez, ao parto e ao bebê recém-nascido.

E aí, conseguiu compreender quais são os principais sintomas e acontecimentos das 31 semanas gestacionais? Esperamos que sim! Caso você tenha ficado com alguma dúvida referente a este assunto, basta comentar aqui no post que nós te esclarecemos.

Ah, lembre-se que todo o conteúdo contido nesse post é de caráter informativo e que não substitui as suas idas às consultas do pré-natal. Muito pelo contrário: nós da Bebeteca incentivamos que o acompanhamento médico seja feito rigorosamente para que sua saúde ou a de seu bebê não sejam colocados em risco, ok? Cuide-se!

E se quiser ficar por dentro dos acontecimentos das próximas semanas da gestação, basta continuar de olho aqui em nosso blog. Nos próximos dias divulgaremos os outros posts e nós te esperamos por aqui. Até a próxima! 😊

Maria Luísa, publicitária formada em 2016 com ênfase em planejamento e redação. Durante minha carreira como redatora, já escrevi sobre diversos assuntos, porém os que mais me identifico são os voltados para o público feminino, em especial sobre maternidade e beleza. Em meu tempo vago, me tornei mãe de pet, amante da moda, esporte e arte. Essa sou eu! Prazer, Malu! (:

Deixe um comentário